Como guardar o chá em casa

02 dez 20
Como guardar o chá em casa

Antes de chegar na sua casa, as folhas de chá passaram por um longo processo de cultivo, colheita e produção com muito cuidado em cada detalhe, para você provar o melhor sabor de cada folha. Neste post, vamos ensinar a como guardar o chá em casa da maneira correta, para manter todo o frescor e qualidade.

É por isso que esse zelo deve continuar após a aquisição das ervas, armazenado longe de embalagens de plástico e consumido dentro do prazo de validade. 

6 dicas para você guardar o chá em casa com cuidado

Para manter o chá bem guardado é necessário se atentar a diversos fatores que juntos, contribuem para aumentar a vida útil das ervas, assim como preserva seu perfil original, com a aparência das ervas, cores, conjunto de aromas e sabores.

Por isso, reunimos as 6 docas para você guardar o chá em casa com cuidado e da melhor forma possível. Se não conseguir seguir todas, atente-se para as principais.

1 Mantenha na embalagem original

Se for possível, mantenha o chá na embalagem original e feche bem após aberto.

A maioria delas foi desenvolvida especialmente para proteger o chá,  algumas inclusive com sistema de vedação abre e fecha.

O ideal é sempre remover o máximo de ar possível e fechá-la.

embalagem de chá
Se possível, mantenha na embalagem original. Crédito da imagem: Ikea

2 Recipiente ideal para guardar

Se a embalagem original não for adequada, é indicado armazenar o chá em um recipiente bem vedado.

Pote de vidro, cerâmica ou lata de metal são as melhores recomendações. Evite ao máximo armazenar em embalagens de plástico.

Outro fator é que o recipiente escolhido não tenha resquícios de aromas.

Por isso, caso você tenha a intenção de reutilizar alguma embalagem de produto, higienize bem o suficiente para não ter nenhum aroma ou mancha de outro alimento.

Como os chás de folhas soltas são muito aromáticos, é bem provável que esses cheiros permaneçam no pote mesmo depois de você consumir a última xícara. 

Uma dica para evitar é colocar as ervas em um pacote plástico e então armazenar dentro do pote.

Desta forma, você poderá reutilizar o recipiente para outros chás no futuro.

3 Evite luz direta e calor

O contato com direto com a luz oxida o chá e consequentemente, diminui sua vida útil, além de alterar as cores das ervas, deixando-as mais escuras rapidamente.

 Por isso, além de armazenar em um recipiente muito bem vedado, é necessário mantê-lo longe da luz direta, seja natural ou artificial.

Ou seja, deixar em um pote de vidro transparente em uma bancada, nem pensar. O armário é a melhor opção para manter o chá bem armazenado.

O calor também é perigoso, cuidado com alguns eletrodomésticos ou até mesmo armários que ficam expostos ao sol.

 4 Guarde longe de aromas

Os aromas de outros alimentos podem interferir e afetar os do chá. É necessário guardar as ervas, mesmo embaladas, longe produtos muito aromáticos como café, especiarias e produtos de limpeza.

Assim como é importante evitar um mesmo utensílio para preparar chá e café.

O ideal é ter um para cada, a fim de contaminação de aromas e sabores, justamente porque as ervas são mais delicadas.

5 Umidade nem pensar

A umidade é um grande vilão para as ervas de chá. Fungos e bactérias se proliferam com facilidade em qualquer ambiente úmido e não é aconselhável para a saúde humana, tampouco para o chá.

Mantenha seus chás longe de qualquer ambiente com umidade, como pia ou geladeira. 

Atente-se também ao vapor da água da chaleira: ele também pode levar a umidade para dentro da embalagem sem você perceber. Evite abrir a embalagem próximo da água quente da chaleira. 

O ideal é colocar a quantidade de erva que você irá consumir em um recipiente ou direto na xícara ou bule e fechar imediatamente.

6 Validade do chá

Na embalagem do chá deve constar a data de validade, que geralmente varia de um a dois anos. A

o ultrapassar este período, dependendo da qualidade das ervas, ele perde o sabor e o aroma, porque acontece a evaporação dos óleos naturais presentes nas folhas.

Se o chá passou da validade, você pode fazer um teste rápido em casa para verificar se ainda é possível consumi-lo.

Basta pegar uma folha de chá e quebrá-la ao meio. Se a folha fizer barulho, é sinal de que está fresca, sem odor e umidade.

Não guarde chás diferentes em um único recipiente

Por mais que possa parecer uma boa ideia colocar os pacotes de chá em uma única lata ou recipiente, acredite, é praticamente um atentado contra suas ervas.

A integridade de um chá depende vários fatores, como qualidade dos ingredientes, frescor, armazenamento.

O aroma do chá precisa ser íntegro, sem interferência de qualquer outro elemento que não esteja em sua composição.

guarde chá em embalagens diferentes

Ao misturar diferentes chás em um único lugar, corre-se o risco das combinações com aromas mais intensos se mesclarem nas ervas mais delicadas.

Ou seja, você não irá provar um chá completo e puro, mas sim com aromas de outros, criando uma experiência ruim do ponto de vista técnico. 

Afinal, cada chá é planejado para apresentar um perfil característico e desde sua produção ao transporte, existe um cuidado para que ele não perca suas características originais.

Mas, um simples armazenamento incorreto pode mudar tudo isso.

Identifique as embalagens

Já aconteceu de você jogar a embalagem fora e esquecer qual é o tipo de chá ou as informações de como prepará-lo?

Para evitar situações como essa, coloque etiquetas na parte externa dos recipientes, com o nome do chá, lista de ingredientes, data de validade, temperatura da água e tempo de infusão.

Além de facilitar sua vida, garante que o chá seja preparado da melhor maneira possível.

As dicas valem para o chá de saquinho?

Os chás em saquinhos também merecem atenção. Enquanto a embalagem principal estiver lacrada, ele estará bem conservado. 

Mas depois de abrir a caixa, os saquinhos também devem ser armazenados em potes de metal ou cerâmica.

Procure não misturar sabores diferentes no mesmo espaço, como já falamos acima.

Importante se atentar também para a data de validade dos sachês.

Chá passou da validade ou impróprio para consumo

Caso seu chá tenha passado da validade, mas tenha sido armazenado corretamente e mantenha boa aparência das ervas, ou seja, sem alteração de cores, você ainda pode consumi-lo.

O que geralmente pode ocorrer é ter uma intensidade menor de aromas, devido ao tempo que ficou guardado.

Neste caso, a nossa dica é que você aumente a quantidade de erva em cada infusão.

Por exemplo, ao invés de usar a medida padrão, de 1 colher de chá de erva (2-3g) para cada 200 ml de água, duplique a quantidade.

Se mesmo com todos os cuidados, o seu chá ficou com bolor, mudou der cor ou apareceram insetos, descarte.

Mas ao invés de jogar diretamente no lixo, você pode transformá-lo em adubo para as plantas.

Na dúvida, seja consciente com o consumo de chá

Coloque em prática o consumo consciente, compre pequenas quantidades de chá e só adquira novas quando seu estoque estiver acabando.

Assim você não deixa passar o prazo de validade e aproveita ao máximo cada erva.

No Clube de Assinatura de Chá, você recebe uma Tea Box com 2 chás ou infusões diferentes, de 20g cada.

É a quantidade ideal para o mês, pois rende de 20 a 40 xícaras de chá de 200ml. É uma alternativa para quem gosta de chá e deseja experimentar novos sabores, com a medida certa!

Saiba mais no vídeo abaixo ou acesse o site aqui.